spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Brasil foi o país que mais desmatou no mundo em 2021 diz a Global Forest Watch

O Brasil foi responsável por quase a metade das áreas de floresta desmatadas no mundo em 2021.

Os dados são da plataforma Global Forest Watch (GFW), iniciativa do World Resources Institute (WRI), organização ligada a pautas ambientais, com sede nos Estados Unidos

Brasil foi o país que mais desmatou no mundo em 2021
Foto: Reprodução (Reuters/Amanda Perobelli)

No total, o país atingiu aproximadamente 1,5 milhão de hectares de bioma nativo destruídos no período analisado. Área equivalente a quase 10 vezes a capital São Paulo

O levantamento, divulgado nesta quinta-feira (28), foi produzido a partir de análises geoespaciais desenvolvidas pela Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, que monitora a cobertura florestal mundialmente.

Em segundo lugar no ranking mundial, com um desmatamento três vezes menor que o do Brasil, aparece a República Democrática do Congo, com a perda de 500 mil hectares em 2021.

De acordo com a análise, no Brasil, as principais causas do desmatamento estão associadas à expansão agrícola, que aumentou 9% em 2021, quando comparado com o ano anterior.

Mesmo não representando grande parcela das perdas florestais, os incêndios também aparecem como motivo para a degradação do bioma brasileiro.

Para a diretora de Florestas, Agricultura e Uso do Solo do WRI, Fabíola Zerbini, o cenário brasileiro é “preocupante”.

De acordo com ela, a fauna do país se aproxima cada vez mais de um ponto de inflexão, momento no qual a floresta e o clima do local terão mudado tão radicalmente a ponto de não ser mais reversível.

“A perda de floresta primária no Brasil é especialmente preocupante, pois novas evidências revelam que a floresta amazônica está perdendo resiliência, estando mais perto de um ponto de inflexão do que se pensava anteriormente”, destaca Zerbini.

Atualmente, o Brasil detém cerca de um terço das florestas tropicais remanescentes do mundo e tem mantido taxas de perda de florestas primárias acima de 1 milhão de hectares desde 2016, segundo os dados do GFW.

.ultimas

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.Siga-nos

16,985FãsCurtir
15,748SeguidoresSeguir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.destaques