spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Aliados de Mossoró manobram para cassar o mandato da vereadora que vem denunciando a corrupção na prefeitura de Valparaíso

76ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Valparaíso de Goiás
Foto: Flickr da Câmara Municipal de Valparaíso

Vereadores da base aliada do prefeito de Valparaíso de Goiás, Pábio Mossoró (MDB), e da vice, Zeli Fritsche (PDT), tentaram manobrar nesta quarta-feira (08) para tentar cassar o mandato da vereadora Cláudia Aguiar (PSDB), que vem fazendo denúncias de corrupção no governo municipal.

Vereadora Cláudia Aguiar na 76ª Seção da Câmara Municipal de Valparaíso
Foto: Flickr da Câmara Municipal de Valparaíso

A parlamentar já denunciou, por exemplo, esquemas de favorecimento em processos seletivos, no pagamento de horas extras para servidores aliados à cúpula da gestão, contratação de funcionários fantasmas, inclusive ligados diretamente ao prefeito, supostas irregularidades na contratação de R$ 70 milhões em crédito junto ao Banco do Brasil, desvio na finalidade dos recursos do Samu, entre outros.

Para blindar o governo Pábio e Zeli, o vereador Portela (Podemos), envolvido em denúncias de compra de votos, na auto promoção com a distribuição de cestas básicas fornecidas pelo Governo Estadual e no esquema de venda de votos na eleição para presidente da Câmara, mas mesmo assim presidente da ‘Comissão de Ética’, tentou emplacar um processo disciplinar contra Cláudia Aguiar, baseado nas acusações do colega governista, Tião da Padaria (PSC), que disse na tribuna do plenário que a vereadora não mora em Valparaíso, o que a impediria de ser parlamentar na cidade.

O ataque gerou tumulto e até a suspensão da sessão, já que Portela iniciou a leitura do relatório de instauração do processo, o que é atribuição do relator da Comissão, vereador Jorge Recife (PDT). O pedetista disse ao microfone que ele não tinha feito aquele relatório e o colega não poderia fazê-lo.

Na sequência, Tião da Padaria usou a tribuna para reafirmar que tem supostas provas do domicílio estrangeiro de Cláudia Aguiar.

Ao Jornal Opinião do Entorno a parlamentar classificou a investida dos governistas como desesperada e infantil:

"Eles dizem que tem provas contra mim, mas não apresentam, não passam do teatro, já eu, não tenho nenhuma dificuldade de provar a verdade, primeiro que todo mundo me vê aqui do amanhecer ao anoitecer", disse a vereadora Cláudia Aguiar, que completou:

"Estão tentando me calar desde o começo do mandato, não querem que eu denuncie a corrupção desse governo, mas eu vou continuar fazendo o meu trabalho".

De pronto a vereadora Cláudia forneceu à redação comprovantes de residência em seu nome e de seu esposo:

.ultimas

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.Siga-nos

16,985FãsCurtir
15,748SeguidoresSeguir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.destaques