spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Sônia Chaves pode ficar inelegível por 8 anos em julgamento da Câmara de Vereadores de Novo Gama

Com a condenação da 1ª instância mantida pelo TJ-GO, em decisão recente, além de ter que devolver cerca de R$ 4,7 milhões aos cofres públicos, por irregularidades cometidas em sua gestão, a ex-prefeita de Novo Gama, Sônia Chaves, agora pode também ficar inelegível por oito anos.

Ex-prefeita de Novo Gama, Sônia Chaves / Foto: Ministério Público de Goiás

Conforme o Tribunal de Justiça de Goiás, Sônia não repassou ao Regime Geral de Previdência Social (RGPS) seis meses da contribuição que descontou dos servidores públicos novo-gamenses entre 2006 e 2007.

O problema da ex-prefeita aumenta devido a decisão da justiça ter saído exatamente no momento em que suas contas devem ser julgadas pela Câmara Municipal.

Segundo informações já anunciadas pela imprensa, a presidente do legislativo novo-gamense, vereadora Cleia Machado (PL), deve pautar a apreciação na próxima quinta-feira (23).

O julgamento das contas dos gestores municipais é Técnico/Político, realizado pelos vereadores, que hoje vêem a ex-prefeita politicamente enfraquecida pela derrota nas urnas e tecnicamente atingida pela decisão do TJ-GO.

Segundo um levantamento feito pela redação, mesmo que isso ainda possa mudar, Sônia conta hoje com três vereadores para aprovar suas contas, os outros treze estão fortemente inclinados a acatar as ressalvas feitas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) pela rejeição.

Caso esse resultado se confirme, Sônia Chaves fica impedida de participar de eleições pelos oito anos previstos em Lei.

.ultimas

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.Siga-nos

16,985FãsCurtir
15,748SeguidoresSeguir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.destaques