spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Servidor revela obrigação de apoiar a reeleição de Pábio e trabalho voluntário para manter nomeação

Literalmente passando fome, ex-servidores comissionados da prefeitura de Valparaíso de Goiás relatam que foram coagidos a apoiar a reeleição do prefeito Pábio Mossoró (MDB) e da vice, Drª Zeli Fritsche (PDT), e se sentiram obrigados a continuar trabalhando voluntariamente, após serem exonerados, para manter a chance de recontratação, implicitamente e supostamente prometida pela gestão.

Conforme prints de conversas realizadas pelo aplicativo de mensagens, WhatsApp, um ex-servidor que continua trabalhando, apelidado pela redação como Marcos, pede ajuda para que a imprensa divulgue a situação pela qual eles dizem estar passando.

Marcos diz que “eles” estão trabalhando a dois meses, janeiro e fevereiro, sem salários, que passam por dificuldades, inclusive com falta de alimentos em casa:

Conforme relato de outro ex-servidor publicado pelo Jornal em 04 de fevereiro, Pábio e Zeli teriam prometido o a manutenção de seus cargos, mas depois descumprido a palavra dada, mas com outra promessa de recontratação imediata, que também não foi cumprida:

Durante a campanha política o prefeito Pábio e a vice Dra. Zeli vieram até a gente e disse que não mandariam ninguém embora se fossem eleitos e nós acreditamos. Aí depois disseram que o Ministério de Contas (Tribunal de Contas do Município) não permitiu e mandaram a gente embora prometendo que iam nos contratar de novo rapidinho, só que esse rapidinho já foi para o fim de janeiro, início de fevereiro, meio de fevereiro e já está em março, se Deus quiser“, relatou um dos exonerados.

Ainda segundo Marcos, em determinado momento, antes das eleições, ele teria sido ameaçado de exoneração, caso não apoiasse a reeleição de Pábio e Zeli. Ele inclusive tentou alguma garantia com outro candidato que não correspondeu à prática:

Até o momento, não consta no Diários Oficial do município a recontratação da maioria dos servidores comissionados.

Questionada, a Assessoria de Comunicação da prefeitura de Valparaíso não se manifestou até o fechamento desta publicação.

.ultimas

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.Siga-nos

16,985FãsCurtir
15,748SeguidoresSeguir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.destaques