spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

O linha-dura Ebrahim Raisi é eleito presidente do Irã

O jurista ultraconservador Ebrahim Raisi, de 60 anos de idade, é o novo presidente eleito do Irã, encerrando os oito anos de gestão do moderado Hassan Rohani.

Ebrahin Raisi é eleito presidente do Irã / Foto: Abedin Taherkenareh (EFE)

O resultado do pleito da última sexta-feira (18) foi confirmado oficialmente neste sábado (19) pelo ministro do Interior, Abdolreza Rahmani Fazli. De acordo com a contagem oficial, Raisi, atual chefe do poder Judiciário do país, recebeu pouco mais de 17,9 milhões de votos, o que representa 61,95% do total.

A participação do eleitorado ficou em 48,8%, menor valor para um pleito presidencial desde a instauração da República Islâmica, em 1979. Próximo ao guia supremo Ali Khamenei, Raisi era o favorito para vencer a disputa, e seus adversários já haviam reconhecido o resultado antes mesmo da confirmação oficial.

O conservador Mohsen Rezai ficou em segundo lugar, com 11,7% dos votos, enquanto o moderado Abdolnasser Hemmati acabou na terceira posição, com 8,3%. Já o deputado conservador Amir-Hossein Ghazizadeh Hashemi terminou em quarto e último lugar, com 3,4%.

Raisi tomará posse no próximo dia 3 de agosto, substituindo Hassan Rohani, que já se reuniu com o presidente eleito. De acordo com a mídia estatal, o atual mandatário afirmou esperar que o Irã viva uma situação “melhor” nos últimos 45 dias de seu mandato, incluindo a “revogação das sanções dos EUA e uma redução da difusão da Covid“.

Já o aiatolá Ali Khamenei ignorou o recorde negativo de afluência e disse que o eleitorado participou da votação apesar do “boicote” por parte da “imprensa mercenária do inimigo”. “Nem os problemas econômicos, nem a pandemia, nem a propaganda dos inimigos que tentavam desestimular o povo a votar conseguiu minar a determinação da nação“, acrescentou.

Raisi chega ao poder enquanto o Irã tenta salvar seu acordo nuclear com as potências mundiais e se livrar das sanções dos Estados Unidos, que afundaram o país persa em uma severa crise econômica.

Além disso, o Irã foi duramente atingido pela pandemia do novo coronavírus e contabiliza mais de 3 milhões de casos e quase 83 mil mortes. “Com a vontade de Deus, vamos fazer nosso melhor para que a esperança no coração das pessoas cresça ainda mais”, disse o presidente eleito.

O campo ultraconservador no Irã nunca confiou no acordo nuclear assinado pelo moderado Rohani, que se tornou alvo de críticas após o ex-presidente dos EUA Donald Trump ter rompido o tratado e reintroduzido sanções econômicas.

A vitória de Raisi era dada quase como certa, sobretudo desde que o Conselho dos Guardiães, órgão que seleciona arbitrariamente os candidatos em cada eleição, excluiu alguns dos mais importantes políticos reformistas, incluindo o vice de Rohani, Eshaq Jahangiri.

Texto

.ultimas

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.Siga-nos

16,985FãsCurtir
15,748SeguidoresSeguir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.destaques