spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Lêda Borges denuncia a falta de estrutura nas escolas transformadas em ‘tempo integral’ pelo governo Caiado

A deputada estadual Lêda Borges (PSDB) voltou a usar a tribuna da Alego (Assembleia Legislativa de Goiá) para denunciar a falta de condições mínimas nas escolas estaduais de tempo regular, transformadas, supostamente, em escolas de tempo integral pelo governo Ronaldo Caiado.

Deputada Lêda Borges (PSDB) fala sobre a falta de estrutura em escolas estaduais de Valparaíso de Goiás
Foto: Reprodução (TV Alego)

Para ilustrar suas alegações, a parlamentar apresentou áudios enviado por duas mães de alunos das escolas de Valparaíso de Goiás, onde são denunciadas a falta de merenda, de limpeza, espaço, segurança sanitária, qualidade das disciplinas adicionadas, entre outros.

"Eu busco a minha filha todos os dias, levo, eu presenciei a menina desmaiando na parada de ônibus. Eles chegam na escola às 07h15, comem por volta de 8 horas, que é o lanche, e depois vão comer só, algumas turmas começas a comer 11h30, outras meio dia e pouco e tem turma que vai comer uma hora da tarde. Além da comida ser, tem dias que a comida está razoável e tem dia que a comida parece uma lavagem e também a quantidade é insuficiente" disse uma das mães em áudio reproduzido.

"A comida não é suficiente, as vezes falta, e elas têm que fazer alguma coisa de última hora", completou ela

No segundo áudio exibido, a mãe reclama da falta de estrutura, salas superlotadas e sujeira para “para todo o lado”:

"Eu acho que essa escola, que nossos filhos estão estudando, não tem estrutura nenhuma, para manter eles o dia todo na escola, os meus filhos chegam reclamando muito, que não tem limpeza na escola (...) é sujeira para todo lado, as salas são minúsculas, cheio de crianças dentro, meu filho chega aqui falando o tempo todo, que fulano passou mal, que ciclano passou mal".

Segundo Lêda Borges, os problemas não são exclusividades de Valparaíso, e a mudança nas escolas pode fazer parte apenas de uma estratégia de Marketing caiadista:

"A três sessões estou tratando sobre este tema, que está grave, não só em Valparaíso, em Planaltina, em Santo Antônio do Descoberto, em Águas Lindas, para o governo dizer que está ampliando a oferta de tempo integral. Eu nunca vi isso, tempo integral é um único turno, fizeram dois turnos, sem estrutura, sem professor, sem merenda, sem segurança, sem transporte público, sem transporte escolar".

O governo Ronaldo Caiado (União) vem adicionando em sua propaganda a ampliação de unidades escolares e vagas em turno único, porém o modelo implantado adiciona apenas duas horas no matutino e outras duas no vespertino.

“Fora isso a falta de professores, obrigatoriedade de ficar até 21 horas e 30 minutos para cumprir horário, sem um professor, sem segurança, sem o batalhão escolar, sem merenda, sem professor. Que tempo integral é esse? completou a parlamentar.

Assista ao pronunciamento completo:

.ultimas

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.Siga-nos

16,985FãsCurtir
15,748SeguidoresSeguir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.destaques