spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Imprensa mundial destaca o Brasil pelo macabro número de 500 mil mortos por covid-19 e pelos protestos contra Bolsonaro

O mórbido número de 500 mil brasileiros mortos pelo covid-19 alcançado no sábado (19) e os protestos contra o presidente Jair Bolsonaro ocuparam as pauta dos principais veículos de comunicação do Brasil e do mundo.

Fotos: Reprodução

A cobertura da imprensa internacional sobre os 500 mil mortos no Brasil e as marchas afirma que há uma indignação crescente dos brasileiros contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) apontado pelos manifestantes como culpado pela elevada mortandade causada pela pandemia.

Milhares de pessoas foram às de várias cidades brasileiras, correndo riscos, mas protestando contra a “negligência” do Governo federal no trato da pandemia.

Para os periódicos estrangeiros, a dramática situação vivida no Brasil ainda pode se agravar devido o descontrole da pandemia e uma consequente terceira onda, emendada com a segunda, que tem tudo para aumentar ainda mais o número de vítimas da doença.

Na Espanha o El País pautou o Brasil no sábado (19) destacando como os “meio milhão de mortos” por covid-19 compõem o segundo maior número do mundo:

A perda de meio milhão de vidas no Brasil ocorre em um momento em que o governo de Jair Bolsonaro é pressionado por uma investigação do Senado sobre a condução da pandemia“, citou o El País, que completou:

Os depoimentos coletados na investigação do Senado também mostram que por negligência o governo parou de negociar e comprar vacinas em 2020, quando o Bolsonaro ignorou dezenas de e-mails da farmacêutica Pfizer oferecendo seu produto.

Foto: Reprodução

No americano The Washington Post, uma reportagem da Associated Press mostra como manifestantes foram às ruas em diversas cidades do Brasil no dia em que o Brasil chegou a 500 mil mortes por covid-19 – “uma tragédia que muitos críticos atribuem à tentativa do presidente Jair Bolsonaro de minimizar a doença“.

Foto: Reprodução

Nas principais cidades do país, diz o argentino Clarín, “milhares de pessoas voltaram a sair às ruas para protestar contra Bolsonaro, a quem chamam de ‘genocida’ por sua política sanitária“:

Foto: Reprodução

O jornal britânico, The Independent, trouxe o título “Brasil ultrapassa marco sombrio de 500 mil mortes por covid-19 em meio a protestos contra a resposta de Bolsonaro“, com uma imagem de protesto contra o presidente:

Foto: Reprodução

Críticos dizem que a rejeição de Bolsonaro às restrições à covid-19, como medidas de distanciamento social e uso de máscaras, e sua promoção de tratamentos refutados, como a hidroxicloroquina, são em parte responsáveis pelo enorme número de mortes no país e pela lenta campanha de vacinação“, diz a reportagem do Independent.

O The Guardian, outro jornal britânico, registrou em reportagem que os protestos contra Bolsonaro têm ganhado “impulso” em meio a uma curva crescente de casos de covid-19 no país:

Foto: Reprodução

A BBC destacou como o Brasil alcançou 500 mil mortes em meio a uma situação “crítica”, com uma crise que pode piorar pela vacinação lenta e o início do inverno:

Foto: Reprodução

Em Israel, a informação de que o Brasil se tornou o segundo país do mundo a superar 500 mil mortos por covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos, também foi destaque no jornal The Times of Israel:

Foto: Reprodução

Até a Al Jazeera, sediada em Doha, no Catar, indicou que especialistas dizem que o número de mortes por covid-19 no Brasil deve crescer ainda mais. Também registrou as críticas que o governo Bolsonaro enfrenta por ter “perdido oportunidades de comprar vacinas“.

Manifestantes em todo o país criticaram o governo pelo alto número de mortos e pediram a saída do presidente“, diz a reportagem.

Foto: Reprodução

Mesmo diante da repercussão mundial, o presidente Bolsonaro se limitou a uma única postagem em suas redes sociais, ironizando as manifestações. Já a marca de 500 mil mortes foi completamente ignorada pelo chefe do executivo nacional:

.ultimas

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.Siga-nos

16,985FãsCurtir
15,748SeguidoresSeguir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.destaques