spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Em Valparaíso, nem creche com o nome da mãe do prefeito escapa do descaso

O polêmico retorno ao trabalho presencial dos servidores da educação municipal em Valparaíso de Goiás, sem a adoção de nenhuma medida mínima de segurança contra a contaminação pela Covid-19, coordenada pelo governo local, acabou revelando o abandono ainda maior das unidades de ensino por parte do governo local.

Nem a escola que leva o nome da mãe do prefeito Pábio Mossoró (MDB), CEMEI Maria Marluce Correia Costa, escapou do descaso com os alunos e servidores da rede escolar .

CEMEI Maria Marluce Correia Lopes, inaugurada em 31 de julho de 2020 e mesmo sem nunca ter recebido alunos, já com problemas estruturais / Fotos: Prefeitura de Valparaíso & Reprodução

Segundo a professora Edileia, a unidade foi inaugurada no final de julho de 2020 e no dia seguinte a prefeitura retirou tudo da escola, deixando apenas as paredes e, de lá para cá, nada foi feito para preparar o retorno das aulas presenciais:

Sala de aula do CEMEI Maria Marluce Correia Lopes, onde, após a inauguração, ficou apenas as paredes e algumas acarias no forro / Fotos: Prefeitura de Valparaíso & Reprodução

A escola foi Inaugurada no ano passado, sem móveis, sem mobília, só usou a mobília para inaugurar e no dia seguinte a mobília foi retirada, e as minhas crianças, tadinhas e os pais das minhas crianças, acham que está tudo lindo lá dentro, ainda bem que não está tendo aula, porque imagina se tivesse aula e eles chegassem lá, com o parquinho que eles viram na inauguração e hoje: ‘Cadê o parquinho tia? Não tem o parquinho meu amor, porque aquela era só emprestado, era de outra escola“, disse a professora.

Edileia é professora justamente no CEMEI Maria Marluce Correia Lopes, que segundo outros servidores, foi inaugurada as pressas, ainda incompleta, supostamente por causa das eleições de 2020, quando Mossoró e sua vice, Zeli Fritsche (PDT), seriam candidatos e acabaram reeleitos.

Área de recreação do CEMEI Maria Marluce Correia Lopes, onde, após a inauguração, ficou apenas a grama artificial, cercada de mato / Fotos: Prefeitura de Valparaíso & Reprodução

Conforme os servidores, para além da falta da 2ª dose da vacina contra a Covid-19, o que de fato impede o retorno às aulas é a inexistência de investimento mínimo ou básico da gestão Pábio e Zeli nas escolas.

Ainda segundo eles, os recursos para a educação continuaram entrando no caixa da cidade durante todo período de pandemia e mesmo assim o governo municipal não fez nem o que costuma fazer em tempos normais, tão pouco as adequações necessárias para a garantia da biossegurança dos profissionais e alunos.

Estão mentindo, enganando a população, as aulas não começaram porquê o senhor prefeito não quis e está jogando a culpa nos professores, nos servidores, que é os servidores que não querem trabalhar, mentira, na minha escola tem mais de um ano que não tem nem lugar para sentar e como o servidor e criança trabalham desse jeito, isso só a gente servidor que sabe, a população não sabe, porque está tudo sendo mentido. Como eu trabalho em uma escola sem uma cadeira para eu sentar? Então foi a gente que não quis começar a trabalhar, ou foi o governo, o prefeito, a prefeitura municipal que não teve interesse em retornar à aulas em tempo hábil“, desabafou Edileia.

Fotos enviadas por servidores para a redação mostram que, diferente das duas escolas apresentadas em reportagem recente da TV Globo local, as outras 45 estão, em sua maioria, destruídas e na escola que leva o nome da mãe do prefeito Pábio, não há nem equipamentos para fazer a merenda escolar, como botijão de Gás, panelas, talheres, geladeira e até o fogão.

Sem manutenção, escolas municipais de Valparaíso se apresentam sérios
problemas estruturais / Fotos: Reprodução (06-08-2021)

Sem confirmação oficial, há informações de que, só agora, um ano e um mês após a inauguração, a prefeitura valparaisense está licitando a compra do mobiliário da escola /creche que leva o nome da mãe do prefeito. Ainda conforme a diretora de unidade, Gilvânia Meneses dos Reis e o Registros da professora Edilene, na quarta-feira (11) o material dos reparos e alguns móveis começaram a chegar.

Consultada sobre a falta de estrutura ou investimento mínimo em praticamente toda a rede escolar municipal, a prefeitura de Valparaíso não se manifestou.

.ultimas

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img
  1. Olá, boa tarde.

    Meu nome é Gilvânia Mendes dos Reis.
    Em nenhum momento disse que o que recebemos de mobília era emprestado de outras escolas, pois os mesmos vieram diretamente da SME.

    Agradeço a atenção e os acréscimos com alguns esclarecimentos.

  2. Prezado Carlos,

    Exatamente no dia 11/08/2021 recebemos todo o material necessário para os consertos e adequações nas instalações da nossa escola. A professora Ediléia presenciou a chegada dos mesmos e até tirou fotos dos materiais. Na mesma data recebemos cadeiras estofadas, bancos, mesas, bebedouro, etc.

    A matéria é visivelmente tendenciosa e deixa propositadamente uma lacuna na verdade dos fatos. É preciso haver transparência e verdade na transmissão das informações.

    Segunda-feira pela manhã poderei recebê-lo em nossa escola para que o senhor possa ver o que está sendo feito e possa transmitir uma notícia completa e pautada na realidade.

    Sem mais para o momento e até mais.

    • Sra. Gilvânia,

      Obrigado pela participação, suas informações foram adicionadas na matéria como segue:

      Sem confirmação oficial, há informações de que, só agora, um ano e um mês após a inauguração, a prefeitura valparaisense está licitando a compra do mobiliário da escola /creche que leva o nome da mãe do prefeito. Ainda conforme a diretora de unidade, Gilvânia Meneses dos Reis e o Registros da professora Edilene, na quarta-feira (11) o material dos reparos e alguns móveis emprestados de outras escolas começaram a chegar.

      Consultada sobre a falta de estrutura ou investimento mínimo em praticamente toda a rede escolar municipal, a prefeitura de Valparaíso não se manifestou.

      Antes, esse mesmo parágrafo estava assim:

      Sem confirmação oficial, há informações de que, só agora, tardiamente, a prefeitura valparaisense está licitando a compra do mobiliário da escola /creche que leva o nome da mãe do prefeito e sobre a falta de estrutura ou investimento mínimo em praticamente toda a rede escolar municipal, o Jornal fez contato com a assessoria de comunicação da prefeitura não se manifestou.

      Obrigado novamente pela contribuição !!!

  3. Sou Edileia, professora no CEMEI MARIA MARLUCE CORREIA LOPES, compreendo a posição da nossa direção, a qual em nenhum momento foi questinada quanto o profissionalismo e desempenho de gestora a frente da UPE. Reitero os esclarecimentos de que minhas queixas são direcionadas a Prefeitura Municipal de Valparaíso de Goiás e a SME com relação a situações comprovadas do engano à comunidade sobre a real falta de mobília na escola. Isso é FATO, e contra fatos não há argumentos. Eu lamento mesmo esse tipo de realidade, porém não vou fazer de conta que está tudo bem. Quando eu estava na escola no dia 11/08/2021, fazendo o registro de tudo, chegou um pouco de mobília e material de reforma, porém acredito que a ação só ocorreu por conta de queixas registradas por meio de uma mãe da comunidade escolar! E o que chegou não supre a necessidade LATENTE do nosso trabalho. Tenho uma grande admiração e respeito por minha direção, contudo consigo separar as atribuições da SME e município. A gestora da escola fez e faz o possível para bom funcionamento da escola, portanto reeintero que minhas queixas não são dirigidas para á direção da escola.

  4. Meu nome é Jean Mourão, professor da rede municipal a quase 10 anos e acho lamentável que algumas pessoas ao chegar em um cargo de chefia vendam a alma, tirem dinheiro do próprio bolso e chegam a ir de joelhos ao final do arco-íris para tapar o sol com a peneira. Por isso a urgência da Gestão Democrática para eleição de diretores em Valparaíso de Goiás, assim o diretor deixa de ser somente um cargo de confiança por conveniência e passa a ser um agente da comunidade em busca das melhores condições para a sua escola. É impossível esconder que a rede municipal de ensino em Valparaíso está colapsada desde antes da pandemia e agora querem de forma improvisada empurrar os servidores, profissionais da educação como cobaias, em locais sem adequação, sem segurança epidemiológica, sem a D2 no braço e no caso da referida escola sem o mínimo que são as mobílias. É intrigante que uma escola recém inaugurada com a presença de vários políticos esteja hoje sem absolutamente nada, nenhuma mobília, também é vergonhoso uma unidade de ensino como a referida, já apresentar vários danos e problemas de manutenção, depois de tantos anos em construção.
    Se tem alguém que precisa se retratar, esse alguém é o Governo Municipal que vende a ilusão de que temos estrutura para o imediato retorno proposto na portaria n°099.

  5. Olá, eu sou professora efetiva do município e atualmente estou na direção escolar do CMEI Maria Marluce Correia Lopes e peço uma retratação da matéria apresentada, pois a mesma apresenta meias verdades quanto a situação da nossa escola.
    O trabalho relativo aos consertos e adequações na nossa UPE já começaram e estão a todo vapor, tanto a Prefeitura Municipal, quanto a Secretaria Municipal do Município não foram omissos quanto as condições da nossa escola. As providências já foram tomadas e não cabe falar que nada está sendo feito.

    • Sra. Gilvânia,

      Nosso conteúdo foi trabalhado com as imagens coletadas até o dia 11/Aug/2021. Está explicitado nas legendas das fotos. Fora isso é natural que os trabalhos sejam feitos, “um dia”, mesmo que tardiamente. O conteúdo fala de uma situação “temporal”, vigente até que tudo esteja resolvido como já deveria estar em 02/Aug/2022, quando a grande maioria das redes estava pronta e reiniciando suas operações, independente de ter dardo certo ou não dali para frente. Compreende o ponto de vista? Foi essa a abordagem, por isso nossa avaliação é de que não precisamos, nem devemos, sob o ponto de vista da informação pretendida, aquecer vossa solicitação.

      De qualquer forma, muito obrigado pela audiência e conte conosco quando tiver algo positivo para mostrarmos, nós preferimos, mas no momento não temos esse tipo de conteúdo.

      GRATIDÃO !!!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.Siga-nos

16,985FãsCurtir
15,748SeguidoresSeguir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.destaques