spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Decisão do governo autoriza Globo negociar gravadora e embolsar R$ 1,4 bilhões

No início de novembro, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), autarquia federal vinculada ao Ministério da Justiça com a missão de regular a venda, compra e fusão de grandes empresas, autorizou a negociação entre a Som Livre e a Sony Music Entertainment.

Foto: Reprodução (com montagem da redação)

Com isso, o Grupo Globo se desfaz da gravadora fundada em 1969 e poderá receber da companhia norte-americana o valor acordado de 255 milhões de dólares, cerca de R$ 1,4 bilhão. A transação foi anunciada pelo CEO da Globo, Jorge Nóbrega, em 1º de abril, mas precisava do aval do Cade para ser efetivada.

A entrar na conta, esse dinheiro deve mudar o resultado do balanço anual do conglomerado Globo, anulando o prejuízo estimado em R$ 100 milhões e ajudando o grupo carioca a fechar 2021 no azul, com sobra. Isso sem que a empresa toque em um único centavo dos, cerca de, R$ 14 bilhões que a empresa tem de reservas.

Esse R$ 1,4 bilhão representa 11% do faturamento total do Grupo Globo em 2020 e 8 vezes o lucro obtido no ano passado. Entre os artistas da Som Livre, agora sob as batutas da Sony Music, estão Cesar Menotti e Fabiano, Maiara e Maraisa, Erasmo Carlos, João Neto e Frederico, Jorge e Mateus, Michel Teló, Lexa, Wesley Safadão e tinha também Marília Mendonça.

Fonte: Blog Sala de TV

.ultimas

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.Siga-nos

16,985FãsCurtir
15,748SeguidoresSeguir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.destaques