spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Chuva revela que o ‘Valparaíso para frente’ da campanha de Pábio e Zeli andou para trás

O caos em Valparaíso de Goiás, consequência das primeiras chuvas da temporada, revela uma cidade que, no espectro da realidade, não reflete o ‘Valparaíso para frente’ propagado pela campanha de reeleição do prefeito Pábio Mossoró (MDB) e da vice Zeli Fritsche (PDT).

Ao contrário do que dizia o “Jingle” dos então candidatos à reeleição, Valparaíso parece ter andado para trás, com enxurradas mais fortes, alagamentos ainda maiores causados por volumes de chuva menores.

Nesta quarta-feira (13) a marginal BR 040 voltou a alagar, derrubando motociclistas, arrastando carros e interrompendo o trânsito, espalhando transtornos para moradores de todas as cidades da região, mesmo após as obras de drenagem realizadas em pontos da via e no balão de acesso ao Valparaíso. Um investimento de quase R$ 3 milhões que se mostra desperdiçado.

No Setor de Chácaras Anhanguera o pouco asfalto feito às vésperas das eleições do ano anterior não existe mais e no seu lugar valas estão sendo formadas por enxurradas e as vias de acesso se transformaram mais rapidamente em corredeiras perigosas.

Recentemente, na avenida Guajajara, uma das mais afetadas daquele bairro, após a chuva de domingo, o secretário de infraestrutura do governo Pábio e Zeli, Marcus Vinícius Ferreira Mendes, convidou os moradores que estavam reclamando nas redes sociais para pegarem uma enxada e “fazer alguma coisa”, desconsiderando que essas mesmas pessoas pagam muito mais do que recebem.

Questionado sobre os problemas causados pela falta de infraestrutura na cidade, o secretário responsável pelas obras municipais Marcus Vinícius não respondeu à redação.

.ultimas

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img
  1. BOM DIA!
    A situação da cidade de Valparaíso no que tange á infraestrutura viária e drenagem superficial de águas pluviais agrava-se a cada ano, até parece que são situações para as quais não existem soluções, porém podemos afirmar que existem soluções sim, o que falta é gestão e planejamento para atacar as causas, e não apenas para remediar as consequências. Todo ano repetem-se as inundações na parte baixa da cidade, e nenhuma medida é implementada sequer para mitigar a situação.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.Siga-nos

16,985FãsCurtir
15,748SeguidoresSeguir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.destaques