spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Carnaval de São Paulo tem sua segunda noite de desfiles com fortes candidatas ao título

Sete escolas colocaram sua alegria e colorido na avenida durante o segundo dia de desfiles do Grupo Especial do Carnaval de São Paulo, no Sambódromo do Anhembi, na zona norte da capital paulista.

Todas cruzaram a pista nesta virada de sábado (10) para domingo (11) com sambas enredo que celebravam personagens e temas marcantes da cultura brasileira.

A tradicional escola de samba Vai-Vai, fundada em 1930, abriu os trabalhos deste sábado, e apresentou uma homenagem ao Hip Hop, retratado como um movimento de resistência com a potência do Samba. Mano Brow foi um dos homenageados.

Vai-Vai homenageia o Hip Hip no Carnaval de São Paulo 2024 / Foto: Reprodução (Fotografia UOL)

A Tom Maior foi a segunda a se apresentar na madrugada deste domingo (11). Fundada em 1973, com origens cravadas no bairro do Sumaré, zona oeste da capital paulista, a escola de Samba sonha com o título inédito trazendo o enredo “Aysú: Uma História de Amor” sua primeira abordagem indígena em 50 anos.

Tom Maior leva uma história indígena de amor para o Sambódromo do Anhembi / Foto: Reprodução (carnavalesco.com.br)

Campeã do Carnaval 2023 em São Paulo, a Mocidade Alegre trouxe para a avenida o enredo “Brasiléia Desvairada: a busca de Mário de Andrade por um país”, cujo tema conta a história do Brasil sob um conjunto de obras de escritor e poeta Mário de Andrade (1893 – 1945), também num desfile tecnicamente irretocável.

Mocidade Alegre entra na disputa pelo título do Carnaval paulista de 2024 com obras de Mário de Andrade no enredo / Foto: Reprodução (SRzd)

Quarta escola de samba a se apresentar no segundo dia de desfiles, a Gaviões da Fiel entrou na avenida com o enredo “Vou te Levar pro Infinito”, com a proposta de uma viagem cósmica.

A escola propôs uma viagem aos diferentes “infinitos” numa nave espacial comandada por arlequins e colombinas de outra dimensão inspirada no desfile de 1995, “Coisa Boa é Para Sempre”, um dos sambas mais populares na história da agremiação

Gaviões da Fiel trás uma história cósmica para o Anhembi na sua busca pelo título do Carnaval 2024 de São Paulo / Foto: Reprodução (Paulo Pinto – Agência Brasil)

Quinta a desfilar pelo sambódromo nessa segundo dia de desfile em São Paulo, a Águia de Ouro entrou na avenida com o enredo “Águia de Ouro nas Ondas do Rádio”, com a proposta de celebrar os 100 anos do rádio no Brasil, olhando para o passado, analisando o presente, projetando o futuro e sendo ovacionada pelo público.

Águia de Ouro homenageia os 100 anos do rádio brasileiro em seu enredo de 2024 / Foto: Reprodução (Paulo Pinto – Agência Brasil)

Penúltima da noite a desfilar, a Império de Casa Verde trouxe a Amazônia para o sambódromo do Anhembi com uma grande homenagem à cantora paraense, Fafá de Belém, apresentando o enredo “Fafá, a Cabocla Mística em Rituais da Floresta”, que levantou o público.

Escola de Samba Império da Casa Verde homenageia a cantora Fafá de Belém no Carnaval 2024 de São Paulo / Foto: Reprodução (oliberal.com)

A Acadêmicos do Tucuruvi encerrou os desfiles do Grupo Especial de São Paulo 2024. A agremiação foi a sétima escola a desfilar já na manhã do domingo, no Sambódromo do Anhembi com o  enredo “Ifá”, observando o oráculo da leitura do futuro pelo jogo de búzios não somente como um jogo de adivinhação, mas, também, como uma filosofia e olhar singular para a vida segundo os preceitos Yorùbá.

Escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi fecha os desfiles do Carnaval paulista de 2024 / Foto: Reprodução (Paulo Pinto – Agência Brasil)

.ultimas

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.Siga-nos

16,985FãsCurtir
15,748SeguidoresSeguir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

.destaques